• flavia55447

LGPD: entenda os riscos envolvidos para sua operação


Muitas empresas estão reajustando processos, ferramentas e outros tratamentos para os dados pessoais de seus clientes. Isso tudo para adequação à Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD).


Até porque multas altas e outras sanções previstas pela lei podem levar o negócio à falência como representam um prejuízo sem igual à imagem das organizações. Continue essa leitura para entender como a LGPD te protege e quais os riscos para sua operação.


Qual objetivo da LGPD?


Para entender a LGPD é essencial compreender os motivos pelos quais ela foi criada. Nos últimos anos, a transmissão de informações está cada vez maior. O avanço digital faz com que as empresas acumulem diversos dados dos usuários de suas redes. O que tornou necessário uma regulamentação para adequar esse uso com segurança.


O acesso e a rapidez da coleta de dados, e as ferramentas de comunicação

apresentam com a praticidade, um grande risco com a manipulação de forma maliciosa dessas informações. E com tudo isso, surgiu a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) que visa a proteção dos direitos de liberdade e privacidade.


A partir de então, o controlador deve informar o titular sobre o uso dos dados, a finalidade e até revogar consentimento. As empresas se tornam responsáveis pelo tratamento e compartilhamento dessas informações.


Como direito do titular, pode a qualquer momento solicitar a confirmação do acesso aos dados, correção e eliminação de registros errados, incompletos ou desnecessários. Dando maior liberdade sobre suas próprias informações aos usuários.


E para facilitar esse gerenciamento, as plataformas de serviços devem solicitar o consentimento dos usuários e informar quais os próximos passos com esses dados, oferecendo transparência.


Vale ressaltar que quando a coleta e o tratamento de dados é de menores de idade há garantias e normas próprias. Como a autorização dos responsáveis legais.


Qual a influência da LGPD?

Os impactos da lei influenciam empresas em ambiente digital independente do setor do mercado de atuação. Por isso, a LGPD repercutirá em quase todas empresas, para coleta e tratamento de dados.


E para assegurar a implementação da LGPD, as empresas devem conhecer e aplicar toda legislação. Para tanto, é necessário fazer certos investimentos que podem futuramente funcionar como estratégia de marketing e diferencial de mercado, passando segurança aos titulares e gerando credibilidade para a empresa.


Esse tratamento prevê também segurança para as suas próprias informações empresariais. Também, os gestores podem contar com um banco de dados mais preciso e específico, o que viabiliza ações estratégicas ainda mais assertivas.


Essa corrida pela adequação torna também o mercado mais competitivo, exigindo processos e colaboração de pessoal.


Riscos da irregularidade


Dentre outros pontos, há advertências, com possibilidade de medidas corretivas,multas de até 2% do faturamento com limite de R$ 50 milhões, bloqueio ou eliminação dos dados pessoais relacionados à irregularidade, suspensão parcial do funcionamento do banco de dados e até proibição da atividade de tratamento.


A fiscalização fica por conta da Autoridade Nacional de Proteção de Dados. Com graves consequências.


Por esses motivos, é necessário a conscientização, engajamento e comprometimento de toda empresa, iniciando pela alta gestão. Para regularizar todo seu negócio, com segurança e qualidade, conte com sistemas responsáveis, como o Llevon LGPD Starter Pack. Nosso sistema integrado reúne as melhores ferramentas para sua proteção. Converse hoje mesmo com nossos especialistas.


6 visualizações0 comentário