• bruna9280

A Lei Geral de Proteção de Dados entrou LGPD e sua empresa: o que você precisa fazer para se adequar



A Lei Geral de Proteção de Dados entrou em vigor em agosto de 2020. E a falta de observância às suas regras pode resultar na aplicação de sanções previstas na lei. Por isso, mais do que nunca é essencial estar com seu negócio preparado para essa nova realidade.


O que é a LGPD?


A LGPD (Lei Geral de Proteção de Dados) foi instituída, resumidamente, com o objetivo de dar maior controle às pessoas físicas quando o assunto é suas informações pessoais nos meios digitais e físicos, dessa forma, lhes transmitindo mais confiança e segurança. Com base nisso, temos hoje direitos como anonimato, possibilidade de solicitação de correção de dados ou até exclusão, gerando maior autonomia aos usuários dessas redes de informações.


Já para o meio corporativo, a legislação representa certos deveres, como a coleta dos dados pessoais que deve ser sempre consentida pelos clientes, finalidade do uso de informações bem explicadas e exclusão total desse material após o término da relação entre consumidor e empresa. Mas na prática e em complexidade existem detalhes importantes a serem explanados, que devem ser seguidos à risca garantindo sua conformidade e a segurança dos seus utilizadores.


Adaptação do negócio às normas da LGPD


Nesse primeiro momento de adaptação, existem alguns passos que devem ser seguidos à risca no seu negócio, passos esses, que assegurarão uma análise, levantamento e aprimoramento de estratégias e ferramentas já utilizadas hoje em função da segurança das suas informações empresariais.


Inicie pelo mapeamento dos dados sensíveis que sua empresa utiliza, nessa etapa fique atento a armazenação dessas informações, se certifique dos lugares por onde trafegam e que sistema de controle tem as protegido até então, depois será possível entender quais os principais riscos e necessidades que é possível minimizar para evitar perdas e vazamentos.


Logo em seguida, revise seus contratos de serviços, com os usuários finais, observe se é explícito o pedido de autorização de uso de dados, com a finalidade da coleta bem descrita. E com seus fornecedores, tenha certeza de que eles têm seguido a legislação, pois a mesma, responsabiliza também empresas parceiras pelo manuseio errôneo desses dados.


Política interna


A forma como sua empresa já se posiciona hoje é de suma importância para essa adaptação ser ainda mais inteligente. Será muito útil, já fazer uso de um sistema robusto de segurança de dados atualizado, como também oferecer treinamentos aos funcionários para agirem de acordo com os procedimentos padronizados outrora, e assim em diante. O que é ainda mais prioritário nesse primeiro momento, é uma clara política de controle de acesso aos dados, para que haja uma interação rápida e eficaz em caso de vazamentos.


Preparar um time para se certificar de que toda LGPD tem sido aplicada, formado por um time de: titular, controlador, operador e encarregado, faz com que cada um tenha suas responsabilidades, envolvendo a coleta, decisão de tratamento e execução dos dados. Os quatros agentes, são necessários para a perfeita adequação a LGPD. Até porque, toda atenção em cima da segurança da informação tanto física como cibernética é fundamental para este bom desenvolvimento da equipe.



Llevon Soluções: O LGPD Starter Pack


Nada como um acompanhamento profissional e especializado, com soluções precisas e aplicáveis para seu negócio. E para facilitar esses processos, temos o LGPD Starter Pack, uma solução inovadora, onde oferecemos consultoria, suíte de aplicações, sistemas e dispositivos físicos com as tecnologias mais avançadas do mercado, com foco na proteção dos dados e total controle e flexibilidade para sua gestão.


Conte com nossos especialistas para orientação e implementação de soluções para a segurança do seu negócio e de seus dados.




11 visualizações0 comentário