Google Cloud

A Computação na Nuvem é, atualmente, muito demandada por empresas de diferentes portes e que atuam em segmentos diferentes. Isso porque ela traz vantagens em relação à computação tradicional, como mais mobilidade e menores custos.
E o Google, acompanhando essa tendência de migração para a nuvem, criou o Google Cloud Platform (CGP), que oferece serviços variados, usando a tecnologia Cloud Computing.

1. O que é o Google Cloud Platform?

O Google Cloud Platform consiste em um conjunto de aplicações acessíveis no ambiente online, ou seja, diretamente na nuvem, sem a necessidade de adquirir licenças, nem de fazer instalações.As soluções são utilizadas na nuvem do Google, a mais segura e eficaz do mundo.

2. Quais são as opções de serviços?

Os tipos de serviços ofertados pelo CGP são três.

SaaS

É a sigla para Software como um Serviço (Software as a Service). Trata-se de uma ou de várias aplicações terceirizadas que podem ser acessadas pelo próprio navegador, como o G Suíte.

Nesse tipo de serviço, participam, entre outros, os servidores de e-mail (como Gmail) e os CRMs (como Salesforce e Pipedrive).

O gestor não precisa se preocupar sobre como é o funcionamento dos sistemas, pois, como existe um contrato de serviço, o fornecedor se encarrega de tudo e a empresa apenas usufrui das soluções disponíveis.

PaaS

Trata-se da Plataforma como um Serviço (Platform as a Service). A empresa usa somente os códigos da aplicação.

Destina-se a quem usa aplicações próprias. A organização desenvolve a aplicação e depois a plataforma cuida do resto.

IaaS

Trata-se da Infraestrutura como um Serviço (Infrastructure as a Service). Na infraestrutura, rodam as aplicações e o banco de dados da empresa, as máquinas virtuais, o Big Disk.

É o serviço ideal para quem não deseja investir em servidores (hardwares), já que todos os gastos ficam a cargo do fornecedor, como máquinas, refrigeração e energia. A empresa assume os custos somente das funções que usa.

3. Quais as vantagens do Google Cloud Platforn?

Ao usar o Google Cloud Platform, as empresas conseguem direcionar melhor o trabalho em seu dia a dia, melhorando a produtividade. Dessa forma, o gestor não precisa se preocupar com backups, melhoria na infraestrutura dos servidores, gerenciamento de redes e, consequentemente, tem mais tempo para se dedicar às suas estratégias e aos seus projetos mais importantes.

Tudo isso melhora o nível de competitividade da organização e torna-a mais inovadora.

Outra vantagem é a redução dos gastos em médio e em longo prazo. As despesas variam de acordo com o total de serviços contratados, o que permite realizar um planejamento mais cuidadoso, definindo ações menos arriscadas financeiramente.

O Cloud Platform do Google também permite maior escalabilidade, diminuindo o tempo necessário para que os negócios reajam às rápidas transformações do mercado.

4. Como começar a usar o Google Cloud Platform no dia a dia?

Para usar o Google Cloud Platform, é preciso seguir alguns passos, sendo que cada um está associado a uma ou mais ferramentas específicas:

  • crie uma instância de VM (máquina virtual) e conecte-se a ela (Google Compute Engine);
  • crie um intervalo, faça o upload de um arquivo e armazene-o em uma pasta (Google Cloud Storage);
  • use o Cloud Shell para configurar o CGP e gerar uma imagem de contêiner (Kubernet Engine, Cloud SDK);
  • treine localmente, com apenas um funcionário ou de forma distribuída (API Machine Learning);
  • faça o upload de uma imagem no Google Storage e também um pedido de detecção de marcadores para API Cloud Vision (API Vision);
  • implante um pequeno aplicativo Python no App Engine, mostrando uma mensagem curta (Google App Engine).

O Google Cloud Platform é um conjunto de ferramentas funcionais para a sua empresa, importante para economizar gastos e aumentar a produtividade do negócio!

Agora que você já está por dentro de muitas ferramentas incríveis para o seu negócio, Contate-nos para auxiliarmos a identificar a melhor solução para o seu negócio.